30.9.08

Energia


Esta gatinha é de uma energia que não tem fim.
É sempre a primeira a beber o biberão, mexe-se imenso e está sempre pronta para umas lutinhas com os irmãos. Apesar de não ser a maior é a que bebe mais leite. E até agora parece ser a mais esperta!

Preguiças


O único macho desta ninhada é um preguiçoso.
Foi o último a abrir os olhos, o último a sentar-se; até os intestinos do menino são preguiçosos.
Só há uma coisa que o motiva e faz (quase) correr: o belo do biberão.
Ah, e quando ainda não está saciado é uma carga de trabalhos para deixar as irmãs beberem o leite.
Se calhar não é preguiçoso.... é apenas um macho!!!

Doce

Esta é a bebecas maior.
Até agora é de uma doçura como nunca vi.
Quando lhe dou beijocas na barriguinha para além de nunca pôr as unhas para fora, ronrona que se farta.
Penso que todos estes gatinhos vão continuar muito meiguças mas esta menina supera tudo.
É um doce!

Frágil


Depois de muitos sustos, a pequenita está a melhorar a olhos vistos.
Deixou de ter os espasmos e "tiques" que tinha, brinca com os manos e está sempre pronta para atacar o biberão.
Ainda não está (ou não é) tão extrovertida como os irmãos, assusta-se com mais facilidade e cansa-se mais depressa mas penso que está no bom caminho.
Mas é uma lutadora esta menina linda!

20.9.08

Mas o que será isto??




2 semanas





Este post está atrasado.
Segundo as contas da veterinária, eles farão hoje 3 semanas.
O post das três semanas surgirá ainda hoje ou amanhã!!

13.9.08

Mamãs

Muitos vivas para as mamãs Fia, Bandolas e eu!
Também tenho direito! Afinal tenho quatro rebentos a meu cargo e sem licença de maternidade. Essa é que é essa!!!

Agora a sério:
Muitos parabéns à Fia e à Bandolas. Que as vossas filhotas tenham uma vida cheia, cheia de felicidades. É o desejo mais sincero da vossa amiga.
Mais uma vez: PARABÉNS, MIÚDAS!!!

Cá estamos nós!


O Pequenino



O Médio



O Pantera



O Grandalhão


10.9.08

Gatinhos recém-nascidos

Acolhi estes gatinhos minúsculos com apenas 4-5 dias de vida.
Faz hoje uma semana que os trouxe para casa. Nesse mesmo dia falaram-me deles como estando dois mortos e os outros três a morrer. "Já nem volto lá a ver, faz-me impressão" - disse-me ela. Eu fui vê-los e apesar de estarem todos molhados e cheios de formigas estavam todos vivos, embora não por muito tempo. Ainda tinham o cordão umbilical e os olhinhos e ouvidos fechados. A mãe gata tinha acabado por abandoná-los - também não admira, depois de ser molhada duas vezes, juntamente com os filhotes.
Trouxe-os para casa e, nesse mesmo dia, um deles acabou por falecer.
Desde aí, tem sido uma luta constante contra o cansaço (até há dois dias tinham de ser alimentados de duas em duas horas) e contra o medo de algum não resistir.
Todos os dias de manhã trago-os para o meu trabalho (o chefe não está cá; volta na próxima segunda e não sei como vai ser). Ao final da tarde fazemos uma visita à Clínica Veterinária para ir vendo se está tudo bem.
Um deles está muito fraquinho e tem tido imensos problemas. O maiorzinho está hoje a começar a abrir os olhinhos.
Vamos lá ver se tudo corre bem. Eu vou dando notícias.

Nota: Na fotografia não dá para ver bem o tamanho dos pequenitos. O paninho onde estavam deitados é um guardanapo de pano de tamanho normal.

2.9.08

É ou não é?

Destruição total


O que restou da faca!
Segundo o J., a partir de agora, servirá para abrir as cartas!!!

Algumas "ervinhas"

cfgfdgdfhfd


A Camélia, dois Alecrins e uma Malagueta




A Salsa a despontar




Agriões (esquerda) e Manjericão (direita)




A bela e única malagueta! (deste vaso, porque existe outro que tem muitas, muitas!!)

1.9.08

É preciso coragem para os deixar ir

Na última vez que fui ver a Dorita à APCA presenciei uma situação de adopção de um cãozinho.
Uma das voluntárias despedia-se dele, entre lágrimas, dizendo o seguinte:
"Tu porta-te bem. Não faças m...... Senão voltas para aqui. Promete que vais portar-te bem".
O que ela me disse depois fazia todo o sentido: "nós sabemos que eles vão para melhor, mas já estamos tão habituados a eles..... sentimos muito a falta dos nossos meninos".

Quando saí de Lisboa para ir buscar a Foxy e a Becas ainda estava convencida que conseguia dar uma delas mais tarde. Tinha combinado a uma determinada hora (já não recordo qual) com a M. na estação ferroviária do Pragal. Sei que cheguei bastante mais cedo!
Tinha combinado com a M. que ficava a cuidar de duas meninas com um mês de idade. Meninas porque são mais difíceis de dar. E eu queria ajudar os cachorrinhos e a M.
Lá nos encontrámos e, se a memória não me atraiçoa, estavam no carro umas cinco cadelinhas de um mês. Cada uma mais linda do que a outra.
Eram três acastanhadas (muito parecidas), uma creme e uma muito escura. Como era para escolher (mais tarde) decidi trazer as mais diferentes. O J. gostava que fosse de cor clara e eu apaixonei-me logo pela mais escura.
E depois? Quem é que conseguia escolher?
Bem, o certo é que nunca coloquei nenhum anúncio, só falei com um amigo que sabia que cuidaria muito bem da menina. Mas qual menina? Eu alguma vez conseguia escolher a menina que ficava e a que partia? A M. ainda disse que havia uma senhora que podia estar interessada. Eu estava convencida que nenhum dono que conseguisse arranjar iria gostar delas como eu gostava. Nenhum as iria tratar como eu.
Dão o dobro do trabalho, é muito difícil educá-las, gasto o dobro do dinheiro... Mas recebo a dobrar. Adoro de igual modo a Becas e a Foxy (aliás, como todos cá em casa). A Beatriz, tal como eu, não consegue dizer qual é a mais bonita.

Escolham, se forem capazes!!



A Michael Phelps cá de casa!

gkgkkuygullggll

E nisto também!

bhj,hg,jhg,jhb.kjh.kj
lçÇplªçªçªçºlªlªºlº+
Não vos faz lembrar ninguém? Eu acho que é tal e qual uma menina que eu conheço!!

Becas & Foxy

PitaPata

Bloom, Faísca, Pikiuiki e Sukia

PitaPata

Teddy

PitaPata

Lucky

PitaPata Dog tickers