26.9.09

Ainda não contei a última aventura


No passado dia 18 foi o dia de luto pelo abandono dos animais. Até aqui nada de novo.
No dia 21, para mim, foi um dia de luta contra o abandono.
Estava num café perto de casa quando vi um cãozinho atravessar uma estrada moderadamente movimentada e que, por sorte, não foi atropelado umas quatro vezes.
Resumindo: não aguentei e pensei em recolher o cãozinho e arranjar-lhe uma forma de vida mais condigna. E assim foi. Veio atrás de mim até casa e, após várias peripécias (há sempre pessoas que dizem que querem muito ter um cãozinho mas na hora da verdade.... fogem com o rabinho à seringa!) acabei por arranjar um local onde sabia que o cãozinho estaria a salvo e, mais do que isso, seria muito acarinhado. Toca de levar o cãozinho para casa do meu pai.
É engraçado que nestas coisas dos animais não tenho dúvidas nenhumas a quem fui buscar os genes: definitivamente foi ao meu pai.*
Ele sempre acolheu cães abandonados por caçadores, todos os desgraçados abandonados. Quando eu tinha uns 14 anos convenci-o (não foi nada difícil, diga-se de passagem) a ficar com um cachorro que tinha sido abandonado e que andava completamente desorientado na zona de Alvalade em Lisboa.
Aqui está o último cãozinho salvo:


Super meiguças com as raparigas e com os gatolas. Um amor de cão.
Mais um cão amoroso abandonado.
É o país que temos. É a sociedade que temos. É a espécie humana que temos.
Que tristeza. Que pena. Que raiva.

*Hei-de contar-vos uma história verdadeira que se passou comigo, com o meu pai e com um canito que eu mal conhecia quando eu tinha uns 12 anitos (ou menos, já não sei precisar). Fica para a próxima!!!

17.9.09

Hoje é dia de ...



O que é que te passou pela cabeça, Teddy?



Já todos sabemos que adoras o Pedro, que o esperas à janela, que ficas tristinho quando vai trabalhar...
Mas não achas que é um bocadinho exagerado levar a bota de trabalho para cima da cama?

16.9.09

Mais um Labrador abandonado num canil


É só mais um animal que foi despejado num canil. Tem tanta importância como qualquer outro. Infelizmente, não posso ajudar todos os animais que cruelmente são deixados nos canis ou abandonados à sua sorte.
Quem me conhece sabe que dos animais que ajudei só existe um Labrador - o Lucky.
Contudo, desde que trabalhei com cães desta raça, ganhei um carinho muito especial por estes animais. São animais excelentes, de um carinho interminável e de uma bondade sem limites. Já para não falar da sua inteligência que, com um pouco de ajuda da nossa parte, lhes permite ter comportamentos excepcionais.
Talvez seja por isso que fico com uma angústia enorme quando sei destes casos. Não maior do que quando sei que tantos, tantos animais têm os seus dias contados em canis municipais. Que muitos animais são abandonados nas ruas à mercê de todos os perigos. Que não os posso ajudar.
Quando em Julho passado fui ao Canil Municipal de Loures resgatar os dois meninos que tinham sido abandonados pelos donos e capturados pelo canil senti um aperto no coração por vê-los a tremer que nem varas verdes, por ver tantos que lá iam continuar, por ver umas cadelinhas ainda muito novinhas que, entre as grades, chuparam nos meus dedos, por ver aqueles olhares tristes a suplicarem para os tirar dali.
Pelos labradores só tenho um carinho muito especial. É tudo.

14.9.09

Finalmente....

... a Dorita vai deixar de lado este olhar triste. Pois é....

A Dorita foi ADOPTADA!!!!!


Muitas felicidades para a Dorita e para a sua dona!!!!

2.9.09

Não quero deixar passar o dia de hoje sem vos dizer...


.... que fiquei aprovada nos exames de Madrid e que terei o diploma de Treinadora de Cães de Assistência!!!!!

Bolas! Custou mas foi!

Quero agradecer a todos os que me apoiaram nesta minha odisseia e que acreditaram em mim (alguns até mais do que eu própria)!!!! Familiares, amigos, colegas de trabalho, pessoas que não conheço pessoalmente mas que sempre demonstraram o seu apoio aqui neste blog e os colegas espanhóis sempre impecáveis e disponíveis para qualquer ajuda.

Quero também agradecer muito a uma menina formidável sem a qual nada disto era possível: a minha Cow. A ela desejo-lhe muita sorte para a sua nova vida a ajudar uma pessoa com deficiência motora.



Beijocas e muito, muito obrigada por tudo. A todos.


1.9.09

Agosto já lá vai

Faz hoje um mês que fui buscar o Lucky à União Zoófila!!!! :)
Não aguentei mais vê-lo tão triste quando eu vinha embora ou ter de o levar ao colo para a box porque ele não queria voltar. Perdi a cabeça e adoptei o Lucky. Pronto! Por enquanto está em casa da Tânia e do Pedro com o Teddy. Mas vou ter de resolver a situação.

No domingo, dia 16, algum vizinho fez o favor de mandar para o meu terraço comida com um pó preto. A Becas e a Foxy comeram um bocado e adoeceram. Mas já estão bem. Entretanto, estou à espera dos resultados da análise que mandei fazer à dita coisa.

Os gatinhos que salvei fizeram no domingo passado o seu primeiro aniversário!!!!! IUPI, IUPI!!!

Ainda não sei os resultados dos exames do curso de Espanha. :(

E assim se passou mais um mês de Agosto. Beijocas para todos.

Becas & Foxy

PitaPata

Bloom, Faísca, Pikiuiki e Sukia

PitaPata

Teddy

PitaPata

Lucky

PitaPata Dog tickers